PESQUISE AQUI O QUE VOCÊ PROCURA

PLANO DE AULA SOBRE O NOME E A IDENTIDADE PARA ALFABETIZAÇÃO - 2º ANO COM ATIVIDADES E TEXTOS

  TRABALHANDO A IDENTIDADE
E O NOME
NA ALFABETIZAÇÃO
 
   Trabalhar a identidade da criança é muito importante tanto para as crianças quanto para o professor. É uma ótima forma de iniciar as atividades pedagógicas no início de um ano letivo. As crianças têm oportunidade de entenderem melhor sua história de vida e que fazem parte de uma família e de uma comunidade. E o professor tem a oportunidade de obter importantes e significativas informações a respeito de seus alunos.

A importância de trabalhar o nome no processo de

Alfabetização

      As primeiras manifestações de escrita de uma criança quase sempre estão ligadas à escrita de seu próprio nome. As crianças que se encontram em fase de alfabetização aprendem muitas coisas a partir do trabalho com seus nomes e dos nomes dos colegas de turma. Esse tipo de atividade geralmente promove a socialização das crianças e é bem interessante aos pequenos que tenham a oportunidade de detectar o conhecimento prévio de seus alunos. A partir da escrita dos nomes dos colegas, o aluno pode demonstrar suas hipóteses de escrita e com isso o professor tem acesso a um importante instrumento de avaliação diagnóstica. Com base na escrita de seu nome a criança pensa na escrita de outras palavras. Na fase inicial da alfabetização (fase pré-silábica) é comum as crianças usarem apenas as letras do seu nome para escrever outras palavras. Essa aula é destinada para crianças maiores que não se encontram mais nessa fase de iniciação da escrita, mas carregam consigo essa experiência.
 Atividades sobre o nome para imprimir. Se precisar de modelos de crachás, tem AQUI neste link.







Objetivos:


- Interagir e socializar com seus colegas por meio de atividades relacionadas com o seu nome;
 - Resgatar e conhecer a história do seu nome;
- Conhecer os vários documentos de identificação pessoal e suas utilidades (Certidão de Nascimento, Registro Geral - RG, Título de Eleitor, entre outros);
- Compreender a importância da Certidão de Nascimento e da Carteira de Identidade;
 - Formular hipóteses sobre o tema da aula;
- Desenvolver a leitura e a escrita por meio de atividades sobre o tema;
- Desenvolver atitudes de interação, colaboração e troca de experiências em grupo.
  
Sugestões de livros infantis dentro do tema;
Marcelo, marmelo, martelo de Ruth Rocha (leia aqui) 

Nicolau tinha uma idéia, de Ruth Rocha (ler aqui)
(Trabalhar os nomes das pessoas que tinham as idéias e as diferenças entre as pessoas e seus pensamentos e o jeito de ser e pensar de cada um )




Sugestão de texto e música
 
 
Texto: "Nome da Gente"
Gente tem sobrenome
 (Escute a música aqui)
 
 

Trabalhando com a música: Gente tem sobrenome


   A música é um recurso muito rico para trabalharmos diversos temas. além de possibilitar um trabalho interdisciplinar, ela possui uma linguagem lúdica que motiva as crianças, despertando o interesse pelo tema trabalhado. Portanto, sugerimos a música "Gente Tem Sobrenome" de Toquinho e Elias Andreato.

Ela pode ser usada como sensibilização para trabalhar o uso de sobrenomes e sua importância para identificar pessoas únicas.
É interessante que você monte um mural ou apresente em Power Point uma sequência de fotos das pessoas que são citadas na música. As crianças gostam de reconhecer ou conhecer as pessoas que aparecem na música. As fotos podem ser colhidas na internet ou recortadas de jornais ou revistas usadas.


1ª Atividade: aproximadamente 60 minutos
Professor, para a presente aula, você deverá organizar os alunos em roda de conversa e estabelecer um diálogo a respeito do que eles sabem sobre a história de seu nome. O diálogo e a roda de conversa é um espaço privilegiado de troca de e deve ser sempre utilizado pelo professor, lembrando que é fundamental oferecer a oportunidade de participação para todos os alunos e valorizar a sua fala. A aula deverá ser desenvolvida a partir dos conhecimentos prévios da turma, e ampliar as informações dos alunos acerca da importância de ter um nome. Deve ser esclarecido que cada pessoa tem, além de seu nome, um sobrenome e que esse, carrega o nome de uma família. E ainda, que antigamente, os nomes eram escolhidos pelos seus significados, mas que hoje em dia essa prática não é muito utilizada como requisito para escolha de nomes, pois, na maioria das vezes, os pais não têm conhecimento do significado dos nomes dos filhos.
Na roda de conversa você poderá fazer perguntas a respeito do nome do aluno, como, por exemplo:
1)      O que você acha do seu nome?
2)      Quem escolheu o seu nome? Por quê?
3)      Você sabe qual é o significado do seu nome?
4)      Qual é o sobrenome da família de seu pai? E da sua mãe?
Certamente, muitos alunos não saberão responder algumas perguntas, por isso, nesse dia, sugerimos como atividade de casa uma consulta aos pais sobre o nome dos filhos. Solicite que enviem uma cópia da Certidão de Nascimento do filho. É interessante que você estipule um prazo para que os pais tenham tempo para providenciar, talvez dois ou três dias.

 

 



 
 

  2ª Atividade: 

     O nome é uma palavra bem significativa para uma criança. Desde bem pequena ela vê seu nome escrito e por meio dela se identifica perante os outros. O nome acompanha cada pessoa ao longo de sua vida. As pessoas sempre vão se referir ao outro pelo seu nome. Ele é, portanto, a sua primeira referência.

Você pode ajudar o seu aluno a descobrir a sua própria identidade ao compartilhar com o grupo suas experiências e valorizar as vivências e os conhecimentos dos alunos. Ofereça aos seus alunos a oportunidade de expressarem e contarem suas experiências de vida.









  Proponha aos alunos que façam uma pesquisa sobre a origem e o significado de seus nomes como Atividade de Casa. O site abaixo é uma boa indicação para pesquisa:


Texto: O que é que eu vou ser


        
 
 
Os nomes dos colegas
 
 
 
Trabalhando com a certidão de Nascimento 

3ª Atividade:
Descobrindo outros documentos
    Essa atividade tem como foco mostrar aos alunos que ter nome é um direito de todos, garantido pela legislação brasileira. Explique-lhes que quando uma criança nasce os pais são obrigados a fazerem a sua Certidão de Nascimento e o que pode acontecer com a criança quando não é registrada. 

Sem registro de nascimento, as crianças não podem ser vacinadas, nem mesmo matriculadas na escola. Quando adultos, também não poderão ter CPF e Carteira de Trabalho, não terão direito a nenhum tipo de benefício trabalhista e não poderão tirar Título de Eleitor. Na velhice, também não poderão receber aposentadoria da Previdência Social. O documento que registra o nascimento de uma pessoa também é necessário para atestar a sua morte.


Você sabia?
O Brasil ainda tem quase 600 mil crianças que “não existem” oficialmente, ou seja, que não foram registradas ao nascerem de acordo com o Censo 2010 do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), que compilou os dados sobre as crianças que não haviam sido registradas até os dez anos de idade. Entretanto, juízes e especialistas afirmam que o número de brasileiros “invisíveis” é muito maior, porque o censo não incluiu a população adulta.


Abaixo, modelos de Certidão de Nascimento para preencher:
 






 

     Aproveite e projete para eles as imagens de alguns documentos que são feitos a partir da Certidão de Nascimento, como: título de eleitor, passaporte, carteira profissional etc.
 
 

   Depois de coletar as cópias dos registros de nascimento dos alunos e de explicar a importância desse documento, proponha aos alunos, que trabalhem com a cópia de sua Certidão de Nascimento, e interpretem as informações para responderem ao seguinte questionário:
 QUESTIONÁRIO PESQUISANDO A CERTIDÃO DE NASCIMENTO




4ª Atividade: 

    Confeccionar uma Carteira de Identidade baseada nos dados da Certidão de Nascimento dos alunos.

O intuito dessa aula é também incentivar os alunos a se interessarem a fazerem sua identidade oficial, junto aos órgãos competentes, a fim de estimular o senso de identidade e de cidadania dos alunos.

Eles devem ser anteriormente fotografados e as fotos reveladas e cortadas em tamanho 3x4 para serem coladas no lugar indicado na Carteira de Identidade. Ou, pedir aos alunos que tragam de casa  uma foto 3x4, o que pode ser mais difícil de ser viabilizado. Se não houver condições de revelar as fotos, devem ser xerocadas em preto e branco mesmo.

   Explique a seus alunos porque são coletadas as digitais das pessoas e colocadas na Carteira de Identidade e porque é necessário a assinatura.





ATIVIDADE - PREENCHER E CONFECCIONAR O DOCUMENTO DE IDENTIDADE




2.  Os alunos devem preencher, com a sua ajuda, e com a Certidão de Nascimento em mãos, todos os dados da sua carteira – nome, filiação, naturalidade, assinatura, entre outros.

3. Utilizando tinta guache preta ou almofada para carimbo os alunos deverão colocar sua impressão digital no local indicado.

4. As fotografias devem ser coladas no local indicado.

5. As carteiras devem ser dobradas e plastificadas com papel contact.

A confecção da Carteira de Identidade é apenas uma forma de trabalhar a individualidade das crianças.
A formação da identidade de uma criança está permeada pelas perguntas: “Quem eu sou?” e “Como são as pessoas que convivem comigo?” As respostas a essas perguntas são essenciais para a construção da sua identidade.


Motive os alunos a apresentarem suas produções aos colegas. Organize o espaço e converse sobre a forma das apresentações de suas produções e conclusões socializando suas descobertas. Durante a execução dos trabalhos realizados pelos alunos cabe a você, de acordo com a sua realidade e da escola utilizar recursos tecnológicos, como máquina fotográfica, filmadora e tablet, para registrar por meio de fotos e vídeos e construir um mural e ou fazer a edição de um filme para ser divulgado para toda a comunidade escolar.
 
Preferências Pessoais - Atividade 

Mais sugestões de textos dentro do tema:




Avaliação

    A avaliação acontece de forma contínua e processual. Ela começa quando o professor faz o levantamento dos conhecimentos prévios dos alunos, indagando sobre o que o aluno conhece sobre o tema. É um procedimento investigativo do trabalho pedagógico, portanto, em todos momentos você precisa analisar o que o aluno já sabe e o que ainda precisa aprender sobre a questão trabalhada.

Ao ser ministrado esse conteúdo você deve estar preparado para intervir e mediar as atividades e conduzir os alunos a avanços na sua aprendizagem. É imprescindível fazer observações e anotações pessoais para sistematizar os dados e informações e recolher elementos importantes sobre como os alunos estão compreendendo e construindo os conceitos e relacionando as informações novas com seus conhecimentos anteriores.

Durante o processo, todos os avanços devem ser considerados. Observe se eles formulam hipóteses sobre: a sua importância dentro de sua família; seus direitos com relação a sua identidade; a necessidade da utilização dos documentos pessoais, em especial da Certidão de Nascimento e da Carteira de Identidade e se desenvolveram as habilidades de fala, leitura e escrita e atitudes de interação com os colegas. 

É importante observar se os alunos estão participando e realizando as atividades propostas durante todo o processo no intuito de auxiliá-los na sua aprendizagem.


Visite a Loja do Espaço Educar aqui.
Faça Cursos Online aqui.
Espaço dos Alfabetos
Desenhos para Colorir
 
 
 Créditos:
Plano de Aula: 
Vaneide Correa, Ana Maria Ferola da Silva Nunes, Denize D Campos Rizzotto, Eliana Aparecida Carleto; Laís de Castro Agranito; Luciana Soares Muniz; Mariane Éllen da Silva; Nádia Carvalho S. Fraga; Priscila Gervásio Teixeira; Rones Aureliano de Sousa.
Atividades: Livros diversos e algumas confeccionadas  pelo Espaço Educar.
 

Inscreva seu E-mail abaixo para receber todas as novidades!

Escreva aqui seu e-mail:


Delivered by FeedBurner

Nenhum comentário :

Topo