[Fechar]

PESQUISE AQUI O QUE VOCÊ PROCURA

Música: dança das peneiras ou A Dança do Café




A DANÇA DA PENEIRA
HOJE É DIA DE SÃO JOÃO,
VAMOS MENINA PENEIRAR,
A FESTA SERÁ ANIMADA,
QUANDO A SAIA BALANÇAR!
BALANÇA PRA LÁ,
BALANÇA PRA CÁ,
BALANÇA PRA LÁ,
DEIXE A POEIRA LEVANTAR!
DEIXE A PENEIRA NO CHÃO,
DÊ UMA VOLTA NO LUGAR,
PEGUE DEPRESSA A PENEIRA,
VOLTE LOGO A PENEIRAR!
BALANÇA PRA LÁ,
BALANÇA PRA CÁ,
BALANÇA PRA LÁ,
DEIXE A POEIRA LEVANTAR!
JOGUE A PIPOCA PRA CIMA,
VOLTE LOGO A PENEIRAR,
ELAS PULAM, PULAM, PULAM,
NINGÉM PODE SEGURAR!

BALANÇA PRA LÁ,
BALANÇA PRA CÁ,
BALANÇA PRA LÁ,
DEIXE A POEIRA LEVANTAR


A Dança das Peneiras ou A Dança do Café

Passaremos a descrever a Dança do Café.

Como a maioria dos nossos primeiros colonos eram descendentes de italianos, povo alegre, amante da música, do canto e da dança, não seria de estranhar que fossem para o trabalho rural cantando, e, por que não? Que dançassem durante ele para retemperar a alma, saudosa da pátria distante.

A dança dá idéia de camponeses indo para o trabalho, num trajeto que interrompem para dançar. À coreografia seguem-se gestos realizados na colheita, correspondentes a: colher o café, mexê-lo na peneira, abaná-lo, sacudi-lo e amontoá-lo. Terminam festejando a colheita.
Usam peneira, objeto indispensável ao mister.




INDUMENTÁRIA
Damas:
Saia estampada ampla, com babado na barra.
Blusa cor lisa, mangas fofas e babado no decote.
Lenço na cabeça, sob o chapéu de palha.
Avental em tecido de algodão branco.

Cavalheiros:
Calças de brim cáqui ou listrado.
Camisa listrada ou de cor lisa.
Lenço colorido, usado no pescoço.
Chapéu de palha.
Todos com calçado de couro rústico ou sapatos "roda" coloridos.

MATERIAL
Mulheres: peneiras.

Homens: pedaços de pau finos de 50 centímetros para a colheita.

Instrumentos: acordeão, violões, percussão.

COREOGRAFIA
Posição Inicial
Damas munidas de peneiras e cavalheiros, de bastões.

1ª figura: saltitando na ponta dos pés, no ritmo da música, damas e cavalheiros passam intercalados em fila (posição inicial, mudando a posição uma fileira com a outra (música inteira uma vez).

2ª figura: saem pela lateral, formando duas rodas. (2ª vez a música).
3ª figura: damas ao centro da roda, voltam cavalheiros ao centro e voltam à posição inicial (3ª vez a música para as damas, 4ª vez a música para os cavalheiros).

4ª figura: os pares se deslocam formando uma grande roda realizam movimento de apanhar, cavalheiro simula segura o galho da planta e com o bastão bate sobre o mesmo, fazendo os grão caírem sobre a peneira, que a dama segura. (5ª vez a música).
5ª figura: em roda, cavalheiro sapateia e dama saltitando abana o café. (6ª vez a música).

6ª figura: em roda, cada par toma a peneira nas mãos, saltitando, por duas vezes, dão uma volta completa em si mesmo, sem soltar a peneira. (7ª vez a música).
7ª figura: peneiras no chão entre os dois, os pares dão-se as mãos e dançam em torno dela. (8ª vez a música).

8ª figura: de mãos dadas, saltitando, os pares vão ao centro e voltam à grande roda (4 passos para ir, 4 passos para voltar), 2 vezes. (9ª vez a música).

9ª figura: no 2º vaivém da 8ª figura os pares se posicionam em 3 rodas. (10ª vez a música).
10ª figura: uma dama e dois cavalheiros se abaixam, segurando-se firmemente nos ombros (11ª vez a música).

11ª figura: a dama que ficou saltitando fora do trio se deita sobre os braços unidos, os três se dão um tempo de preparo e se levantam com a dama sobre os braços. (12ª vez a música).
12ª figura: os três unidos firmemente giram para direita (13ª vez a música) e para a esquerda (14ª vez a música).

13ª figura: abaixam-se, a dama volta ao chão, todos os pares saltitando dão-se as mãos. (15ª vez a música).

14ª figura: numa única fila vão à frente, voltam ao centro, ao fundo, ao centro (rostos sempre voltados para o par). (16ª vez a música).
Final: Saem 3 pares para cada lado saltitando, mãos dadas.


(MANZOLLI, Maria Aparecida de Araújo. In Anuário do folclore)


Topo